12 EM DOSE TRIPLA!

Última atualização em Qui, 11 de Fevereiro de 2016 17:46 Escrito por Sérgio Antonello Qui, 11 de Fevereiro de 2016 17:40

 
O time de sexta-feira está em festa pelo aniversário de 45 anos do amigo ROBERTO OSCAR PEDROSO DA LUZ. Neste dia 12, esse porto-alegrense, que adotou Blumenau há um bom tempo, vestirá sua indefectível camisa nº 12 e colocará toda sua energia em prol da vitória, ele também que é o grande baluarte da sigla 12 em nossa cidade.
Trata-se de um amigo sempre pronto a ajudar quem necessita, batalhador e incansável na luta por seus objetivos, que haveremos de vê-lo conquistar alguns de seus grandes anseios pessoais.
Dono de um futebol vigoroso, que por vezes se confunde com o melhor do dominó, por quase não passar, Roberto se constitui em um dos amigos que integra os times de terça e sexta do consulado o que, pelo longo tempo de convivência, nos permite essas brincadeiras.
Desejamos saúde e paz ao amigo, força para a esposa Bruna e energia aos gêmeos João Roberto e Bruno Oscar para te cansar um pouco e assim corras menos para que possamos te marcar melhor.
 
Um grande abraço.
 
Amigos do Time de Sexta e Terça
 

2º COSTELAÇO COLORADO DE BLUMENAU

Última atualização em Seg, 08 de Fevereiro de 2016 14:07 Escrito por Sérgio Antonello Seg, 08 de Fevereiro de 2016 14:06

E atenção:

 

A promoção de desconto na anuidade e semestralidade da Associação Colorados de Blumenau (ACB) será estendida até o dia do 2º Costelaço Colorado.

Participe! Coloque sua mensalidade em dia ou associe-se e torne o Internacional mais forte em Blumenau.

 

À Diretoria da ACB

 

   

TRÊS GOLS, TRÊS PONTOS

Escrito por Sérgio Antonello Dom, 07 de Fevereiro de 2016 21:03

Em termos de resultado, a vitória de 3 x 2 sobre o Ypiranga pode não ser das mais vistosas e empolgantes no último sábado de Carnaval, na primeira partida pós a Era D’Alessandro. Mas, sempre essa palavra, podemos e devemos analisar por alguns ângulos para não sermos injustos ou precipitados em vários aspectos.

O primeiro diz respeito ao adversário, que invariavelmente avaliamos pelo nome, status ou pelo passado recente. No caso do Ypiranga, do competente Leocir Dall’Astra, um dos técnicos há mais tempo no cargo, mostrou-se um time bem armado e que sabe se defender e ocupar os espaços no campo. Portanto ganhamos de um time organizado.

Marcamos três gols, ótimo, e com três jogadores diferentes. Um de Paulão, forte no jogo aéreo e com óima presença na área, outro de Dourado que se adapta a uma nova função entrando mais na área e ocupando outra faixa de campo da habitual e por fim o gol do alívio de Aylon, saído do banco aos 47 minutos para salvar a tarde.

Mais que o número de gols, e vem aí o alento e a preocupação, são os números de chances criadas, várias que não me atrevo a citar sob risco de esquecer uma ou outra, visto a profusão com que aconteceram.  Com isso, precisamos corrigir fundamento e posicionamento para que não seja desperdiçada tal fartura.

Os gols sofridos, tormento duplo, duplo mérito e dupla interpretação. Duplo mérito, ao árbitro que marcou falta de Maracanã, que Danilinho cobrou magistralmente sem chances para o selecionável Allisson.

Dupla interpretação no segundo gol. Falha da zaga, com quatro jogadores marcando próximos três adversários ou mérito desses na jogada ensaiada. Acho que ambos pelo relaxamento do time ao conseguir anteriormente a virada no placar, algo que certamente Argel irá cobrar e trabalhar.

Menciono também a questão do preparo físico, tão deficitário recentemente, mas que naquela partida com muito sol e calor, o time suportou bem e correu até o final, impondo seu ritmo frente a um adversário que desde novembro se prepara para o estadual.

Evoluímos certamente em muito também pelo rejuvenescimento do time. Deu gosto de ver a comemoração dos gols, mostrando um time unido e vibrante, como pudemos ver na comemoração do Dourado, muito querido pelo grupo, e no do Aylon, muito festejado pelo Muriel e Anderson que correram do banco para abraçar e engrossar a comemoração.

Algumas constatações que o tempo confirmará ou não. Réver está mais fininho e já não parece aposentado. William é uma afirmação e boa opção ofensiva. Artur se firma na posição e tem velocidade e vontade na transição ofensiva. Alex ou Anderson para a entrada de Marquinhos ou jogador de área (no caso de sábado, Aylon), recuando Sasha para o meio.

O positivo é que temos opção de nomes e variação de esquema dependendo da situação. Por fim, nosso técnico Argel, tão criticado mas que no jogo contra o Ypiranga foi muito bem, mexendo corretamente, adiantando a marcação e empurrando o adversário para dentro de sua área.

Concordam ou não? O espaço de comentários é livre e queremos tua participação para agregarmos conhecimento, mudar ou rever conceitos de futebol.

Um grande abraço.

 

João Carlos Bremer

Cônsul do Sport Club Internacional em Blumenau

   

ANIVERSÁRIO COM FUTEBOL PARA O ARGEU

Última atualização em Qui, 28 de Janeiro de 2016 16:51 Escrito por Sérgio Antonello Qui, 28 de Janeiro de 2016 16:46

Poucos têm o privilégio de comemorar seu aniversário junto aos familiares diretos, rodeado de amigos e jogando aquele futebol sagrado da semana. Nesta sexta-feira, dia 29 de janeiro, essa distinção caberá ao amigo ARGEU ANTÔNIO WOLLMANN comemorar 41 anos em grande estilo, acompanhado da esposa Cassi e da filha Ana Clara, e dos amigos do futebol.

Esse catarinense de Seara, frequentador e vizinho da Abecelesc, foi indicado pelo

amigo Moacir e prontamente aceito no grupo, o que nos deixa satisfeitos, por corresponder as expectativas de amizade e camaradagem, que esperamos dos integrantes do time, além do ótimo futebol demonstrado em campo.

É um desses amigos que parece que conhecemos há tempos pela facilidade de relacionamento e pelo costumeiro bom humor.

 

Um grande abraço dos amigos do Time de Sexta

   

SEGURA ESSA VALDIR!

Última atualização em Ter, 26 de Janeiro de 2016 12:43 Escrito por Sérgio Antonello Ter, 26 de Janeiro de 2016 12:41

Neste dia 26, a família do nosso amigo VALDIR certamente estará comemorando mais um aniversário desse dileto companheiro. Indicado para o Time de Sexta por seu irmão João Adair, ele logo cativou a todos por ser colaborativo e uma pessoa para quem não tem tempo ruim, característica desse catarinense de São José do Cerrito.

Prova disso foram os dois anos em que, mesmo não atuando regularmente de goleiro, foi voluntário e disputou dois campeonatos do Consulado nessa posição para suprir essa necessidade.

Esperamos que obtenhas o ‘’alvará de soltura’’ e que possas comemorar teu aniversário conosco no petisco de sexta, após nosso jogo.

 

Um grande abraço dos amigos do Time de Sexta

   

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>